8.1.07

Calma para o Ano Novo!

Um pastor da Serra da Estrela está perto do seu rebanho num pasto remoto quando de repente chega um BMW novinho com uma nuvem de poeira. Dele sai um indivíduo de uns 30 anos , com fato Brioni, sapatos Gucci, óculos de sol rayban e gravata YSL e pergunta ao pastor. "Se eu o disser exactamente quantas vacas você têm no seu rebanho, dá-me uma vitela?" O pastor olha o homem, a seguir olha o rebanho e responde, "Certo, porque não?" O indivíduo estaciona o carro, tira o computador Apple, liga-o ao telemóvel Cingular RAZR V3, e surfa uma página da NASA na Internet, onde chama um sistema de navegação satélite GPS para saber a sua posição exacta. Depois, chama outro satélite da NASA que faz a varredura da área com uma foto de alta definição. De seguida, abre a foto digital no adobe Photoshop e exporta-a para uma empresa de processamento de imagem em Hamburgo. Dentro de segundos, recebe um email no palm Pilot com imagem processada e os dados armazenados. Depois acede a uma base de dados MS-SQL através de um ODBC com uma folha de cálculo Excel e, após alguns minutos, recebe uma resposta. Finalmente, imprime um relatório de 3 páginas numa impressora miniaturizada hi-hi-tech, LaserJet e finalmente mostra-a ao pastor e diz: “Você tem exactamente 158 vacas e vitelos."
"Está certo” diz o pastor, pode levar um dos animais.
O indivíduo selecciona um dos animais e perante o olhar divertido do pastor, coloca-o no carro. Então diz o pastor, "Se eu lhe disser exactamente a sua ocupação, restitui-me o animal?" O indivíduo diz : "OK, porque não?" "Você é um funcionário da União Europeia ", diz o pastor "Boa! "diz o indivíduo," como acertou?" "É fácil " respondeu o vaqueiro. "Você apareceu aqui sem ninguém o chamar. Quer ser pago por uma resposta que eu já sei, a uma pergunta que eu nunca coloquei. Tentou mostrar-me que é mais esperto do que eu; e não sabe o que são vacas... Isto é um rebanho de ovelhas. Olhe, e agora, como combinado, restitua-me o meu cão."

4 comments:

mch said...

Com um baraço para a Fernanda Leitão, porque adaptei a estorieta de um original canadiano do grande Norte

LUIS MIGUEL CORREIA said...

Gostei imenso de o ler. Genial rábula acerca do culto da intuliddade institucional... Hilariante se o contexto de tudo isto não fosse pego por nós, pelos nossos filhos, etc...

LMC

LUIS MIGUEL CORREIA said...

Gostei imenso de o ler. Genial rábula acerca do culto da inutilidade institucional... Hilariante se o contexto de tudo isto não fosse pago por nós, pelos nossos filhos, etc...

LMC

Segunda versão do comentário corrigida de falhas ortográficas...

Anonymous said...

Mendo,

Rir e sorrir é um dom dos deuses. S. Mauro, depois de ser sentenciado a morrer num panela de água a ferver, saíu miraculosamente indemne e pediu uma toalha ao centurião, dizendo que a água estava um bocado fria.

André