21.1.14

Tivadar Csontvary - Supresas 1


Volto a publicar no Duas Cidades, após quatro anos.
Diz a Wikipedia: Tivadar Kosztka Csontváry (Sabinov, Eslováquia 5 de julho de 1853 - Budapeste, Hungria, 20 de junho de 1919), foi um pintor húngaro, dos primeiros a se tornar conhecido na Europa. Embora estimasse as suas raízes húngaras, cresceu falando uma mistura de língua eslovaca e alemão. Durante a juventude, foi farmacêutico.
Porque me surpreendeu? Porque, para mim, fala uma linguagem artística, nova, esmagadoramente bela. Não sei onde as suas experiências se encaixam em uma filosofia da humanidade. Mas sei que, pelo menos depois de ter respirado profundamente meditando a sua obra, o duro trabalho de compreensão pode recomeçar. Fica a sugestão.

1 comment:

André Sopas de Melo Bandeira said...

Olá Mendo, já cá faltavas. Também não conhecia este. Muito interessante, não se parece com ninguém, embora tenha um pouco de Edvard Munch e de um Van Gogh triste. Queres que continue a escrever? André