27.4.06

Parabéns Inês

A 24 de Abril estive no lançamento do livro da Inês Almeida, o seu primeiro livro, intitulado "Canto e Castro - Vou Contar-te Uma História". A apresentação foi no Teatro da Trindade e depois de algumas palavras dos directores, editores e J. E. Agualusa, coube a Francisco Moita Flores proferir a apologia do visado, da autora e do dia a seguir. Moita Flores sabe ter a emoção do actor falhado que confessou ser para citar Antero, e fazer viver os bons e os maus tempos do teatro português, agora que está imerso na gastronomia escalabitana. A Inês, que foi minha aluna, estreia-se com uma biografia de um actor a quem dá segunda vida. Espero que possa vir a colaborar comigo e com a PS e a MJM num projecto que temos de um genéro radicalmente diferente.

2 comments:

Anonymous said...

MEU DEUS!!! Maria de Inês Almeida, uma mediocre colaboradora de revistas cor-de-rosa, quer agora ser escritora agarrando-se ao cadáver do pobre Canto e Castro...!!! Como golpe publicitário funcionou.

Como é que a Dom Quixote publica tal MERDA????

L said...

"Merda" é a ignorância! As pessoas são mais do que aquilo que aos outros parece. Todos têm o direito às suas ambições e, ao mesmo tempo, pagar a renda. Só aos cretinos o insulto ocorre mais rapidamente do que o bom senso.